Oftamologia

Acesse o currículo da Dra. Marcela Cypel e conheça mais sobre suas experiências na area da oftalmologia.


Glaucoma


O que é o glaucoma ocular e o seu tratamento?

O Glaucoma é uma doença ocular séria, que pode levar a cegueira permanente se não tratada de forma adequada ou diagnosticada a tempo. Dados publicados sugerem a existência de 1 milhão de portadores de glaucoma no país mas acredita-se que seja um número subestimado uma vez que muitas pessoas desconhecem a presença da doença principalmente por falta de acesso a um atendimento médico adequado. 

Existem vários tipos de Glaucoma: primário de ângulo aberto, ângulo fechado, congênito, secundário. As formas mais comuns são silênciosas, no seu início, não provocando dor ou incômodo e a perda visual causada atinge primeiramente a visão periférica. Essas alterações sutís podem não ser percebidas sendo por isso importante a realização de exames regulares no oftalmologista para que ocorra sua suspeita e investigação.

Existem alguns fatores de risco para desenvolvimento de glaucoma já identificados através de pesquisas clínicas: histórico familiar, diabéticos, pessoas da raça negra, asiáticos.

De forma simplificada o glaucoma é o aumanto da pressão intraocular que leva a lesão de fibras nervosas do nervo optico, mas são alguns os fatores considerados para a confirmação do diagnóstico além do simples valor da medida da pressão intraocular.

Preconiza-se a realização de um exame oftalmológico ao nascer, e depois aos  2,4 e 6 anos até a idade pré-escolar, ou menor frequencia se necessário. Durante a adolescência e juventude deve-se realizar exames esporádicos na ausência de queixa ou alterações. Após os 35 anos os exames devem ocorrer de forma mais regular a cada 2 anos pelo menos, após os 60 anos deve-se tentar exames anuais para melhor prevenção de provávies doenças. Na vigência de alguma alteração as consultas e retornos serão determinados pelo médico.

No caso do glaucoma a sua incidência aumenta após os 40 anos de idade. Fala-se em uma prevalência de glaucoma de 2,42% nas pessoas acima de 40 nos paises europeus, na população africana a prevalência é maior.

A investigação do glaucoma normalmente é parte do exame ocular feito pelo oftalmologista. Inclui a medida da pressão ocular acompanhada do exame do nervo óptico em busca de lesões. Na suspeita de alterações outros exames complementares podem ser solicitados como: campimetria (campo visual), paquimetria, tomografia de coerência óptica do nervo óptico e outros.

O ideal é não aguardar a perda visual pois essa é irreversível.  Para o diagnóstico precoce é importante a divulgação e concientização da população e profissionais de saúde.

O glaucoma não tem cura mas pode ser previnido e controlado. Apesar da pressão intraocular elevada não ser a única causa do glaucoma diminuí-la é parte importante do tratamento. O tratamento do glaucoma inclui o uso de medicações anti-hipertensivas (colírios) e pode-se, em alguns casos, optar-se pela cirurgia anti-glaucomatosa ou aplicação de laser. Cada caso é avaliado e acompanhado pelo oftalmologista para indicação do tratamento mais adequado.

 

* As informações aqui apresentadas são esclarecimento gerais a população, não dispensa nem substitui a avaliação médica oftalmológica.





Clínica de Oftalmologia e Neurologia da Infância e Adolescência

Rua Pais Leme, 524 - 13º andar - Cj: 133 - Pinheiros - São Paulo - SP - CEP: 05.424-010

Realizamos atendimento e tratamento oftalmológico de: Ametropias (Miopia, Hipermetropia e Astigmatismo), Blefaroplastia, Catarata, Ceratocone, Cirurgia refrativa, Conjuntivite, Crosslink, Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI), Descolamento do Vítreo, Glaucoma, Injeções Intraoculares, Lente de contato, Maculopatias, Mapeamento Retina, Moscas Volantes, Oftalmogeriatria, Oftalmopediatria, Olho Seco, Retinopatia Diabética, Toxina Botulínica (Botox®), Toxoplasmose, Transplante de Córnea, Uveíte, Vias Lacrimais, Visão Subnormal e outros.

Realizamos atendimento e tratamento neurológico de: inquietude – hiperatividade, agressividade, dificuldades na aquisição de leitura e escrita, dificuldades atencionais, dificuldades na Linguagem (Fala), autismo, atrasos no desenvolvimento, epilepsias, paralisia cerebral, cefaleias, alterações do sono.



ATENÇÃO
** As informações acima colocadas tem caráter apenas informativo; não devendo ser generalizado para todo paciente e não dispensando o exame médico oftalmológico para diagnóstico e orientação do tratamento a ser realizada em cada caso.
* As imagens deste site são meramente ilustrativas.

A Clínica de Oftalmologia Cypel está localizada em Pinheiros e próxima do Jardins, Jardim Paulistano, Jardim América, Vila Madalena, Jardim Europa e Sumaré. O acesso até a clínica pode ser feito através das principais vias da região, como Av. Brigadeiro Faria Lima, Av. Rebouças, Av. Brasil ou pela Marginal Pinheiros. Veja como chegar até a clínica de Oftalmologia através do Google Maps

Assessoria de Marketing para clinicas